Youtube Link   Facebook Link Twitter Link
Consulte a edição impressa do programa Guimarães Arte e Cultura através de uma plataforma de visualização digital que permite folhear, de forma atrativa, os conteúdos da programação de fevereiro de 2016.

CLIQUE AQUI

fechar todos
4,00 EUR / 3,00 EUR c/d
(bilhete permite visitar as exposições patentes em todas as salas do CIAJG)

Entrada gratuita crianças até 12 anos / domingos de manhã, das 10h00 às 14h00
Preços com desconto (c/d)
Cartão Jovem Municipal, Cartão Jovem, Menores de 30 anos e Estudantes
Cartão Municipal de Idoso, Reformados e Maiores de 65 anos
Cartão Municipal das Pessoas com Deficiência; Deficientes e Acompanhante

Cartão Quadrilátero Cultural_desconto 50%
Tendo como ponto de partida a expedição à Serra da Estrela, realizada sob a égide da Sociedade de Geografia de Lisboa, em 1881, que contou com a colaboração da Sociedade Martins Sarmento, a exposição reúne um conjunto de inquéritos ao território em que a fotografia (e em alguns casos o filme) assume particular relevância.
Pondo lado a lado um amplo conjunto de imagens, documentos e publicações, alguns deles não antes vistos em contexto museológico, oferece-nos uma miríade de retratos do território português, tão diversos quanto fascinantes, que nos induzem a uma reflexão sobre nós mesmos e o lugar em que nos foi dado viver. 
 
Elenco: Expedição Científica à Serra da Estrela (1881), Carlos Relvas, Orlando Ribeiro, Inquérito à Arquitetura Regional (1955-1957), levantamentos realizados no âmbito do trabalho do Centro de Estudos de Etnologia (Jorge Dias, Ernesto Veiga de Oliveira, Fernando Galhano e Benjamin Pereira), Alberto Carneiro, Duarte Belo, Álvaro Domingues, Nuno Cera e Diogo Seixas Lopes, Paulo Catrica, Valter Vinagre, André Príncipe, Daniel Blaufuks, Mariana Caló e Francisco Queimadela, Álvaro Teixeira, Jorge Graça, Carlos Lobo, Luís Pavão, Pedro Tropa, Eduardo Brito, Duas Linhas e Sete Círculos, entre outros.  
Projeto sonoro: Carlos Alberto Augusto
 
Horário da Exposição
terça a domingo
10h00-19h00
 
Visitas Orientadas
Horário 10h00 às 18h00, por marcação através do e-mail servicoeducativo@aoficina.pt 
Público-alvo Maiores de 4 anos
Duração 60 a 90 min.
Lotação mín.10 pessoas, máx.20 pessoas
Preço 2,00 eur grupos escolares / 5,00 eur outros públicos
With its point of departure being the Sociedade de Geografia de Lisboa’s 1881 exhibition to the Serra da Estrela mountains, one in which the Sociedade Martins Sarmento also participated, the exhibition will feature surveys of the territory in which photography (and film in some cases) play quite a significant role.
Bringing together a broad range of images, documents, and publications – some never before seen in the context of a formal museum exhibit – this exhibition offers us countless portraits of the Portuguese territory, all as diverse as they are fascinating, inviting us to pause and reflect upon ourselves and the place that we were given to live in. 
 
Featuring: The Scientific Expedition to the Serra da Estrela (1881), Carlos Relvas, Orlando Ribeiro, Survey of Regional Architecture (1951-55), surveys conducted by the Center for Ethnology Studies (Jorge Dias, Ernesto Veiga de Oliveira, Fernando Galhano and Benjamin Pereira), Alberto Carneiro, Carlos Alberto Augusto, Duarte Belo, Álvaro Domingues, Nuno Cera and Diogo Seixas Lopes, Paulo Catrica, Valter Vinagre, André Príncipe, Daniel Blaufuks, Mariana Caló and Francisco Queimadela, Álvaro Teixeira, Jorge Graça, Carlos Lobo, Luís Pavão, Pedro Tropa, Eduardo Brito, Duas Linhas e Sete Círculos, among others.  
informação adicional  |  imagens fechar todos
Todas as idades
4,00 EUR / 3,00 EUR c/d
(bilhete permite visitar as exposições patentes em todas as salas do CIAJG)

Entrada gratuita crianças até 12 anos / domingos de manhã, das 10h00 às 14h00

Preços com desconto (c/d)
Cartão Jovem Municipal, Cartão Jovem, Menores de 30 anos e Estudantes
Cartão Municipal de Idoso, Reformados e Maiores de 65 anos
Cartão Municipal das Pessoas com Deficiência; Deficientes e Acompanhante

Cartão Quadrilátero Cultural_desconto 50%



O CIAJG reúne peças oriundas de diferentes épocas, lugares e contextos em articulação com obras de artistas contemporâneos, propondo uma (re)montagem da história da arte, enquanto sucessão de ecos, e um novo desígnio para o museu, enquanto lugar para o espanto e a reflexão.
Para além da exposição “Os Inquéritos [à Fotografia e ao Território] - Paisagem e Povoamento”, que irá inaugurar no dia 17 de outubro, relembramos que poderá também (re)visitar a exposição “A Composição do Ar: coleção permanente e outras obras” patente no piso 1 do CIAJG. Recordamos que esta exposição sofreu uma remontagem no mês de julho com a apresentação da obra de Pedro Valdez Cardoso, “Ártico: narrativa e fantasmática”, que reúne uma instalação e um alargado conjunto de desenhos que estabelecem um diálogo com a prática arqueológica. Estas novas propostas juntaram-se aos ex-libris da coleção que continuam em exposição, nomeadamente o tão apreciado e visitado núcleo As Magias, que reúne um alargado conjunto de máscaras africanas. 
 
Horário da Exposição
terça a domingo
10h00-19h00
The CIAJG has brought together works from different times, places and contexts, in articulation with works by contemporary artists, proposing a (re) assembly of art history, as a succession of echoes, and thereby establishing a new purpose for the museum – as a place for wonder and reflection.
In addition to the exhibition “The Surveys [of Photography and of the Territory]: Landscape and population”, we are reminding everyone that you can also (re)visit the exhibition, “The Composition of the Air: permanent collection and other works” that is open on the 1st floor of the José de Guimarães International Center for the Arts (CIAJG). It should be noted that the exhibition underwent some changes in the month of July to accommodate the presentation of the works of Pedro Valdez Cardoso in “Ártico: narrativa e fantasmática” [Arctic: narrative and phantasmatic] which comprises an exhibit and a diverse set of drawings that establish a dialogue with archaeology. These new pieces will appear alongside the hallmark ex-libris pieces of the collection that will remain on display, namely the renowned and very popular As Magias pieces, which include a large number of African masks. 
informação adicional fechar todos

Todas as idades

COMPRAR BILHETES
7,50 EUR / 5,00 EUR c/d
Preços com desconto (c/d)
Cartão Jovem Municipal, Cartão Jovem, Menores de 30 anos e Estudantes
Cartão Municipal de Idoso, Reformados e Maiores de 65 anos
Cartão Municipal das Pessoas com Deficiência; Deficientes e Acompanhante

Cartão Quadrilátero Cultural_desconto 50%
Da Chick e Xinobi juntos em Guimarães. A mesma data, dois concertos. O público é convidado a subir ao palco para dançar numa noite que promete ser de festa.
O Grande Auditório do Centro Cultural Vila Flor abre-se ao público para uma noite diferente. Todos no palco porque é aqui que se vai fazer a festa. Da Chick e Xinobi, ambos provenientes da companhia discográfica Discotexas, visitam Guimarães e prometem uma noite em que a boa vibe vai fazer a sala rebentar pelas costuras. Da Chick abre a pista de dança com muita energia. Esta miúda que começa a ganhar o seu espaço na cena musical traz o funk da velha escola, o groove eterno da soul e salta ao balanço rítmico do disco com um cocktail na mão, debitando letras açucaradas sobre deliciosas batidas. Segue-se Xinobi, já veterano nestas andanças, que nos faz viajar do funk a um ambiente mais deep, com a coerência de uma banda sonora que une as palmeiras de Miami às noites gélidas de Berlim. Que a festa comece!
Da Chick and Xinobi together in Guimarães. Two concerts on the same day. The public is invited to go on stage in a night where the party is a guarantee.
The Grand Auditorium of Vila Flor Cultural Centre opens for the audience in night that will surely be different. All on stage because that’s the place to be and make the party happen. Da Chick and Xinobi, both artist from the label Discotexas, visit Guimarães and promise a night full of good vibes that will make the room burst at the seams. Da Chick opens the dance floor with huge amounts of energy. This girl, who now conquers her own place in the music scene, brings to the stage the old school funk, the eternal groove of soul and jumps to the beats of disco, singing sugary lyrics while holding a cocktail on her hand. Xinobi is the next to own the stage. He is a veteran and needs no introduction. His music will make us travel from funk to a deeper environment, always with a coherence of a soundtrack, capable of taking us in a trip from the warm palm trees of Miami to the cold nights of Berlin. Let’s get this party started!
informação adicional  |  video fechar todos
DA CHICK
Da Chick (Teresa) voz
Mike El Nite DJ e back vocals
Gonçalo Cabral bailarino e back vocals
André Cabral bailarino e back vocals
Dinis Saxofone soprano
Sandro trompete
João bombardino
XINOBI
Ana Miró voz
Bruno Cardoso guitarra e eletrónica
Cláudio Fernandes guitarra
Vasco Cabeçadas baixo
Maiores de 16
COMPRAR BILHETES
2,00 EUR
Que histórias ficam guardadas em gavetas? O que guarda um guarda-fatos? “Guarda Mundos” é um espetáculo construído sobre um objeto muito particular, o guarda-fatos.
Este objeto é na infância símbolo de refúgio e de portal para uma outra dimensão, capaz de atrair a curiosidade das crianças e as catapultar para o universo da imaginação. A peça explora universos fantásticos através do jogo com peças de roupa, lençóis, peluches, cabides. O resultado é uma viagem vertiginosa com uma paisagem recheada de personagens grotescas, num espetáculo acrobático, com uma forte componente visual e simultaneamente mágico. “Guarda Mundos” é um mergulho no espaço íntimo, uma viagem pelo imaginário individual com uma paisagem recheada de medos, desejos e sonhos.
 
Local Black Box da Plataforma das Artes e da Criatividade
Horário 16h00
Público-alvo Maiores de 6
Duração 60 min
Preço 2,00 eur
What stories lie hidden within a drawer? What secrets might be guarded within a wardrobe? “Guarda Mundos” is a show built upon a very special piece of furniture, a wardrobe.

This object has long been known to symbolize of child’s hiding place, and even a portal to another dimension, able to pique children’s curiosity and catapult them, as in stories, to the world of their imagination. This piece explores the fantastic universes through which games can be played with clothing, linen sheets, stuffed animals, and wire hangers. The result is a head-spinning journey through a landscape full of wild grotesque characters in a show that is acrobatic and sprinkled with visual and magical elements. “Guarda Mundos” asks you to plunge into an intimate space; it is a journey through your own individual imaginary world, along a path which may hold some of your fears, desires, and dreams.

 
informação adicional  |  video fechar todos
Encenação Bruno Martins
Criação e Interpretação Bruno Martins, Cláudia Berkeley e Luciano Amarelo
Música Original Alberto Fernandes e Rui Souza
Cenografia Sandra Neves
Figurinos Cláudia Ribeiro
Desenho de Luz Valter Alves
Apoio à acrobacia aérea Juliana Moura
Coprodução Teatro da Didascália, Casa das Artes de V. N. de Famalicão, Teatro Municipal do Porto, Centro de Arte de Ovar, Teatro Municipal de Bragança
 
COMPRAR BILHETES
3,00 EUR
Cartão Quadrilátero Cultural_desconto 50%
Ainda na ressaca do lançamento do novo disco, a 30 de janeiro, os Salto dão um “salto” ao Café Concerto do CCVF para apresentarem o seu mais recente trabalho.
A vida de um músico pode nascer de várias formas. Os Salto tiveram a sorte de nascer na mesma família e de, desde cedo, terem vivido a música em conjunto. Os primos portuenses Guilherme Tomé Ribeiro e Luís Montenegro rapidamente perceberam que juntos poderiam ser uma banda e, em 2006, pisam o palco pela primeira vez. Em 2012, editam a primeira longa-duração. Em 2014, os Salto, a quem se juntam agora Tito Romão e Filipe Louro, revelam-nos parte do resultado destes últimos dois anos repartidos entre o estúdio, a sala de ensaios e os cerca de 70 concertos que os fizeram passar por vários palcos nacionais. “Passeio das Virtudes”, o segundo álbum dos Salto, reflete a nova dimensão que o grupo ganhou, depois ter crescido para um quarteto. Este novo trabalho é o culminar das vivências da banda depois do período que passaram em tour, espelhando um pouco as experiências vividas na estrada. Os Salto são uma das revelações da música portuguesa e prova disso é o sucesso dos dois primeiros singles deste trabalho, “Mar inteiro” e “Lagostas”, que têm passado nas rádios e deixado o público rendido. É a vez de Guimarães saltar ao som destes rapazes.
On the heels of the release of their newest album on 30 January, the group Salto will hit the CCVF Café Concerto to perform their most recent work.
The life of a musician can be born in various ways. Salto was lucky in that the group was born within the same family and from quite early on they have experienced music together. Cousins hailing from Oporto, Guilherme Tomé Ribeiro and Luís Montenegro came to understand rather quickly that they could form a band, and in 2006 they took to the stage for the first time. In 2012, they produced their first LP. In 2014, Salto added Tito Romão and Filipe Louro and are now presenting us with the results of the last two years of hard work spent in the studio, rehearsal rooms, and on the road at the approximately 70 concerts they have played across the country. Considered one of the most promising new artists on the Portuguese music scene, Salto in late October 2015 released the song “Lagostas,” the second from their new album which arrived in stores in early 2016.
informação adicional fechar todos
Guilherme Tomé Ribeiro guitarra, voz, CPU               
Luís Montenegro  CPU, sintetizador, voz     
Tito Romão bateria           
Filipe Louro baixo
Maiores de 12
Entrada livre
No dia 27 de fevereiro, o Palácio Vila Flor e o Centro Internacional das Artes José de Guimarães inauguram o 1º ciclo expositivo de 2016.
Às 16h30, o Palácio Vila Flor inaugura a exposição “Still There”, de Carlos Lobo, uma vasta mostra de fotografias efetuada pelo artista no Líbano, durante o ano de 2011. Às 19h00, é a vez do CIAJG inaugurar três exposições individuais de Rui Toscano, Francisco Janes e João Grama, que constituem três singulares e poderosas visões do mundo e de modos alternativos de existência. Nestas exposições, os artistas usam meios semelhantes – a fotografia, o vídeo e o som – para abordar, documentar e construir universos utópicos de pequena ou grande escala, em que as dimensões do tempo e do espaço são expandidas e transformadas e tornam-se material para a perceção do espetador. Esta data será ainda marcada pela inauguração da nova montagem da coleção permanente do Centro Internacional das Artes José de Guimarães. 
On 27 February the Palácio Vila Flor and the José de Guimarães International Arts Centre (CIAJG) will inaugurate the first exhibition cycle of 2016.

At 4:30pm, the Palácio Vila Flor will inaugurate the exhibition by Carlos Lobo entitled, “Still There,” a vast collection of photographs taken by the artist in Lebanon during the course of the year 2011. At 7:00pm, the CIAJG will inaugurate three individual exhibitions – from Rui Toscano, Francisco Janes and João Grama – representing three singular and powerful visions of the world and alternatives for existence. In these exhibitions, the artists use similar media – photography, video and sound – to approach, document, and construct both small and large scale utopia universes in which the dimensions of time and space are expanded and transformed, become more material to the viewer and his perception of the work. This date will also be the occasion for the inauguration of the new arrangement of the permanent works assembled at the José de Guimarães International Arts Centre (CIAJG). 

 
informação adicional fechar todos

Todas as idades

2,00 EUR / 1,00 EUR c/d
Preços com desconto (c/d)
Cartão Jovem Municipal, Cartão Jovem, Menores de 30 anos e Estudantes
Cartão Municipal de Idoso, Reformados e Maiores de 65 anos
Cartão Municipal das Pessoas com Deficiência; Deficientes e Acompanhante

Cartão Quadrilátero Cultural_desconto 50%
Estive no Líbano entre os dias 5 e 14 de janeiro. Deambulei pelas ruas desertas e movimentadas de Beirute, captando imagens e tentando compreender esta cidade complexa.
Por toda a parte deparava com vestígios da história e de guerras prévias. No dia 12 de janeiro, o governo libanês caiu. Um taxista passou por mim e gritou: Não temos governo! As mesmas ruas estavam agora repletas de militares e o acto de fotografar deixou de ser tão simples como anteriormente. Avancei para a baixa da cidade junto ao mar e tirei a minha última foto em Beirute. Fotografei o mar, de um azul profundo e muito plácido… a vida prossegue.
 
Horário da Exposição
terça a sexta-feira
09h30-13h00 | 14h30-19h00
sábado
10h00-13h00 | 15h00-19h00
I was in Lebanon from the 5th to the 14th of January. I strolled around both the empty and busy streets of Beirut, taking photos and trying to come to grips with this complex city. Traces of history and previous wars were to be found everywhere.
On the 12th of January, the Lebanese government collapsed. A taxi driver passed by and shouted We have no government! Suddenly the same streets were now filled with military soldiers and taking photos as not as simple as before. I walked downtown by the seaside and did my last photo in Beirut. I photographed the sea, deep blue and very placid... still there.  
informação adicional fechar todos

Todas as idades

4,00 EUR / 3,00 EUR c/d
(bilhete permite visitar as exposições patentes em todas as salas do CIAJG)

Entrada gratuita crianças até 12 anos / domingos de manhã, das 10h00 às 14h00
Preços com desconto (c/d)
Cartão Jovem Municipal, Cartão Jovem, Menores de 30 anos e Estudantes
Cartão Municipal de Idoso, Reformados e Maiores de 65 anos
Cartão Municipal das Pessoas com Deficiência; Deficientes e Acompanhante

Cartão Quadrilátero Cultural_desconto 50%
Com a exposição “Civilizações de Tipo I, II e III”, Rui Toscano prossegue, aprofunda e, em certa medida, expande a investigação em torno do universo de exploração espacial, que o artista havia já abordado em peças isoladas e de um tema ao qual dedicou recentes exposições.

A presente exposição reúne um conjunto de peças inéditas bem elucidativo do vasto espetro de suportes que Rui Toscano explora, que vão do som à luz, passando pela imagem fotográfica, a pintura, o desenho e o vídeo, mas também das estratégias que vem persistentemente desenvolvendo ao longo do seu trabalho, há já mais de 20 anos. A exposição constitui uma parceria com o Museu do Chiado - Museu Nacional de Arte Contemporânea. 

 
Horário da Exposição
terça a domingo
10h00-19h00
With the exhibition, “Civilizações de Tipo I, II e III”, (“Type I, II and III Civilizations”), Rui Toscano is moving forward with, deepening and to a certain extent expanding his investigation of the universe of the exploration of space, a theme which the artist has already touched upon in isolated works in the past and has dedicated recent exhibitions.
The present exhibition brings together a group of unseen and quite revealing pieces from the vast spectrum of media which Rui Toscano delves into, which range from sound to light and include photographic images, painting, drawing, and video and which incorporate strategies that he has persistently developed along his more than 20 year career. This exhibition is made possible via a partnership with Museu do Chiado – Museu Nacional de Arte Contemporânea.
 
informação adicional fechar todos

Todas as idades

4,00 EUR / 3,00 EUR c/d
(bilhete permite visitar as exposições patentes em todas as salas do CIAJG)

Entrada gratuita crianças até 12 anos / domingos de manhã, das 10h00 às 14h00
Preços com desconto (c/d)
Cartão Jovem Municipal, Cartão Jovem, Menores de 30 anos e Estudantes
Cartão Municipal de Idoso, Reformados e Maiores de 65 anos
Cartão Municipal das Pessoas com Deficiência; Deficientes e Acompanhante

Cartão Quadrilátero Cultural_desconto 50%
Francisco Janes é um artista português formado no Ar.Co e que, atualmente, vive em Vilnius, na Lituânia.
O trabalho que desenvolve integra o filme, a fotografia e o som para abordar sítios particulares construídos pela mão do homem onde os ciclos da natureza e a ressonância do cosmos se confundem com os rituais humanos de celebração do lugar. 
 
Horário da Exposição
terça a domingo
10h00-19h00
Francisco Janes is a Portuguese artist who studied at Ar.Co and who currently lives in Vilnius, Lithuania.
His most recently developed work is what comprises the film, the photography, and the sound as a way to approach the special places built by the hand of man where the cycles of nature and the resonance of the cosmos meld with the human rituals of the celebration of place.
 
 
informação adicional fechar todos

Todas as idades 

4,00 EUR / 3,00 EUR c/d
(bilhete permite visitar as exposições patentes em todas as salas do CIAJG)

Entrada gratuita crianças até 12 anos / domingos de manhã, das 10h00 às 14h00
Preços com desconto (c/d)
Cartão Jovem Municipal, Cartão Jovem, Menores de 30 anos e Estudantes
Cartão Municipal de Idoso, Reformados e Maiores de 65 anos
Cartão Municipal das Pessoas com Deficiência; Deficientes e Acompanhante

Cartão Quadrilátero Cultural_desconto 50%
“Labirinto e Eco” é o mote da nova montagem da coleção permanente do Centro Internacional das Artes José de Guimarães.
Durante o período de um ano, as salas do piso superior do CIAJG vão acolher um extenso e variado conjunto de intervenções de artistas contemporâneos, convidados a dialogar com os notáveis objetos da coleção de José de Guimarães e outros entretanto reunidos no acervo da instituição. O eco da criação artística propaga-se pelos tempos, numa fascinante e misteriosa viagem que descobrimos com renovado espanto a cada visita que fazemos ao museu, a cada museu. No CIAJG não é diferente. Propomos uma experiência única de visita ou revisitação através do labirinto da história pelo próprio pé do espetador ou pela mão dos monitores do nosso Serviço Educativo.
 
Horário da Exposição
terça a domingo
10h00-19h00
“Labirinto e Eco” (“Labyrinth and Echo”) is the name given to the new arrangement of the permanent collection of the José de Guimarães International Arts Centre (CIAJG).
In the coming year, the exhibition rooms of the upper floor of the CIAJG will welcome an extensive and varied set of contemporary art pieces which are meant to enter a dialogue with notable objects created by the artist José de Guimarães as well as other pieces held in the institution’s collection. The echo of the artistic creation is a sound that carries over the decades and centuries in a fascinating and mysterious journey that unfolds with renewed awe each time we visit the museum, any museum. And the CIAJG is no different. Allow us to propose a unique visitor´s experience through the labyrinth of history – you may tread the path yourself or take the hand of a docent from our Educational Services. 
 
informação adicional fechar todos

Todas as idades

COMPRAR BILHETES
7,50 EUR / 5,00 EUR c/d
Preços com desconto (c/d)
Cartão Jovem Municipal, Cartão Jovem, Menores de 30 anos e Estudantes
Cartão Municipal de Idoso, Reformados e Maiores de 65 anos
Cartão Municipal das Pessoas com Deficiência; Deficientes e Acompanhante

Cartão Quadrilátero Cultural_desconto 50%
Com Satie.150, a pianista Joana Gama assinala os 150 anos do nascimento de Erik Satie. Em Guimarães, a apresentação do recital terá a participação especial dos alunos da Academia de Música Valentim Moreira de Sá e da Academia de Bailado de Guimarães.
Neste recital, a obra do compositor francês é intercalada com a de compositores que com ele partilham o gosto pela desformalização da música, ainda que com resultados distintos: John Cage, grande admirador e divulgador da música de Satie, junta-se a nomes como Carlos Marecos, Arvo Pärt, John Adams e Alexander Scriabin, este último contemporâneo de Erik Satie e também amante do esoterismo. Durante o ano de 2016, com o apoio da Antena 2, e através de uma série de eventos e concertos, Joana Gama levará Satie.150 a doze localidades portuguesas, incluindo Guimarães, cujo programa é apresentado em parceria com o Cineclube de Guimarães, a Academia de Música Valentim Moreira de Sá e a Academia de Bailado de Guimarães. 
 
QUINTA 25, 21h45
CCVF / PEQUENO AUDITÓRIO 
SATIE.150: “ENTR´ACTE” E “À NOUS LA LIBERTÉ”, DE RENÉ CLAIR
 
No dia 25 de fevereiro, no âmbito do projeto “Satie.150”, de Joana Gama, o Cineclube de Guimarães exibirá os filmes “Entr´Acte” e “À Nous la Liberté”, de René Clair. 
 
Bilheteira da responsabilidade do Cineclube de Guimarães
 
SEXTA 26, 18h00
ACADEMIA DE MÚSICA VALENTIM MOREIRA DE SÁ
PALESTRA SOBRE SATIE.150, DE JOANA GAMA 
 
No dia anterior ao concerto no CCVF, com o objetivo de contextualizar a celebração em torno desta figura singular na História da Música, Joana Gama fará uma palestra sobre Erik Satie na Academia de Música Valentim Moreira de Sá.

Entrada livre
With Satie.150, the pianist Joana Gama commemorates the 150th anniversary of the birth of Erik Satie. Her performance in Guimarães will include the participation of students from the Valentim Moreira de Sá Musical Academy and the Academia de Bailado de Guimarães (Guimarães Dance Academy).
In this dance recital, the work of the noted French composer is interspersed with works from those who shared his taste for de-formalizing music and who also achieved notable results: John Cage, a great admirer and proponent of Satie’s, as well as Carlos Marecos, Arvo Pärt, John Adams and Alexander Scriabin, the last of whom was a contemporary of Erik Satie’s and a lover of esotericism. With the support of the radio station Antena 2, Joana Gama will take her Satie.150 show throughout the country in a series of 12 concerts in 2016, which includes Guimarães where the program will be presented in partnership with the Cineclube de Guimarães, the Valentim Moreira de Sá Academy of Music, and the Guimarães Dance Academy (Academia de Bailado de Guimarães).
 
SATIE.150: SHOWING OF THE FILM “ENTR’ACTE” BY RENÉ CLAIR
On the 25th of February, the Cineclube de Guimarães will show the films “Entr’Acte” and “À Nous la Liberté” by René Clair.
 
WORKSHOP ON SATIE.150, WITH JOANA GAMA 
On the day prior to the CCVF concert and film, Joana Gama will present a talk on Erik Satie at the Academia de Música Valentim Moreira de Sá as a way to contextualize the celebration of this unique figure in music history. 
informação adicional fechar todos
Programa
Sonneries de la Rose + Croix (Air du Grand Prieur) - Erik Satie
China Gates - John Adams
Gnossienne nº1 - Erik Satie
Três Prelúdios sobre o Mar - Carlos Marecos
Gymnopédie nº1 - Erik Satie
Für Alina – Arvo Pärt
Embryons Desséchés - Erik Satie
Dream - John Cage
Sonatine bureaucratique - Erik Satie
Vers la flamme - Alexander Scriabin
Cinéma - Erik Satie
Apoio Antena 2
Maiores de 6
 
 
TERÇA 16 FEVEREIRO, 22H00
CCVF / GRANDE AUDITÓRIO
A CRIAÇÃO
CONCERTO COMEMORATIVO DO 42º ANIVERSÁRIO DA UNIVERSIDADE DO MINHO
 
 
___________________________________
 
 
SÁBADO 05 MARÇO, 21H30
CCVF / GRANDE AUDITÓRIO
XII CIDADE BERÇO
FESTIVAL DE TUNAS ACADÉMICAS
 
imagens fechar todos
2009 © Design Martino&JañaDesign | Programação Webprodz | Optimizado para resoluções superiores a 1280x800