Youtube Link   Facebook Link Twitter Link
  
Consulte a edição impressa do programa Guimarães Arte e Cultura através de uma plataforma de visualização digital que permite folhear, de forma atrativa, os conteúdos da programação de abril de 2015.

CLIQUE AQUI

fechar todos
As conferências PRO, a decorrer no Palácio Vila Flor, representam outro eixo fundamental do festival por se ocuparem da área do pensamento e proporem encontros com profissionais da cena internacional, especializados nas mais diversas competências da indústria musical.
10h00 Sessão 5-A | Apresentação: Off Axis / UnConvention
Jeff Thompson apresenta-nos a sua organização: a UnConvention é uma série de eventos musicais apontados especificamente ao sector grass roots da indústria, com o objetivo de reunir mentes interessadas em debater o futuro da música independente. http://unconventionhub.org/
 
10h30 Sessão 5-B | Apresentação: Don’t Panic, We Are from Poland
“Don’t Panic, We Are From Poland” não é um Export Office. No entanto, organizam showcases a promover a nova música Polaca do indie ao jazz em várias feiras e eventos PRO; apoiam vários artistas nas suas primeiras atuações fora de portas; e organizam missões comerciais de networking com managers, bookers, labels e outros profissionais da Polónia em vários eventos, como por exemplo Berlin Music Week, The Great Escape, Tokyo Jazz Festival e muitos outros. Afinal, se não é um Export Office parece?! Michal Hajduk, do Adam Mickiewicz Institute, explica. http://dontpanic.culture.pl/en
 
11h00 Coffee Break / Free Networking
 
11h30 Sessão 6 | O Publishing e as Sincronizações Audiovisuais
Negócio obscuro e com péssima reputação, o publishing, ou gestão de direitos de autor, não tem sempre que ser o que a história conta. Atualmente, as sincronizações audiovisuais articuladas pelos bons publishers proactivos representam uma fatia muito interessante do rendimento tanto das gravações (“Masters”) e direitos autorais (“Publishing”). As “Master-Synch” licenses celebradas nos negócios de sincronização audiovisual sustentam a carreira de muitos artistas. Existe até uma classe profissional, pouco conhecida em Portugal, de pessoas especializadas na procura e licenciamento de obras para bandas sonoras, publicidade, programas de televisão, vídeo jogos e outras utilizações. Venha conhecer os Music Supervisors!
 
13h00 Almoço 
 
15h00 Sessão 7 | AMAEI Info Session
Na maioria dos países com uma indústria discográfica bem desenvolvida, existe habitualmente uma Associação Fonográfica das “Major Labels” multinacionais, e uma Associação Fonográfica Independente, geralmente das pequenas e médias “indie” labels nacionais. Foi só em 2012 que surgiu em Portugal a AMAEI, Associação de Músicos Artistas e Editoras Independentes, que representa editoras independentes bem como artistas autoeditados. Defende os interesses dos seus Associados enquanto produtores fonográficos independentes, articulando melhorias na interação do sector independente com a SPA e Audiogest, por exemplo; integrando também as Associações internacionais WIN - World Independent Network e IMPALA - European Independent Music Companies Association. www.amaei.org

16h30 Sessão de Encerramento | Como ganhar a vida sendo um artista independente?
Resposta rápida: Não deixar dinheiro em cima da mesa!
Resposta lenta: O debate de encerramento do Westway LAB PRO 2015 assume o desafio complexo de identificar as várias realidades que um artista independente tem que ter em conta, articulando bem todas as colheitas das remunerações que são suas. Estas somas, sejam micropagamentos ou mesmo somas mais avultadas, se não forem coletadas efetivamente e atempadamente, acabam por ficar “em cima da mesa”, não-identificadas, e eventualmente serão redistribuídas a outros artistas ou entidades. Por outro lado, em termos das vertentes de rendimento disponíveis aos artistas independentes, existe uma multiplicidade de fontes de rendimento que os artistas e os seus managers e representantes podem e devem explorar. O futuro está na independência!

PREÇOS DE INSCRIÇÃO
PRO-GOLD 120,00 EUR (inscrição inclui acesso às conferências PRO e a todos os concertos)
PRO-BRONZE 110,00 EUR (inscrição inclui acesso às conferências PRO e aos concertos de entrada livre)
Data limite de inscrição 16 de abril
Para aceder às inscrições, clique AQUI

10:00 Session 5-A | Presentation: Off Axis / UnConvention
Jeff Thompson will be introducing us to his work – UnConvention which is a series of musical events specifically geared toward the grass roots of the industry, with its goal being to bring together those individuals who wish to debate the future of independent music. http://unconventionhub.org/
 
10:30 Session 5-B | Presentation: Don’t Panic, We Are from Poland
“Don’t Panic, We Are from Poland” is not Export Office. However, they organize showcases to promote new Polish music, from indie to jazz, at various PRO fairs and events. They also support various artists with their premiere performances and they organize networking trade commissions with managers, bookers, labels and other professionals in Poland at a variety of events, such as Berlin Music Week, The Great Escape, Tokyo Jazz Festival and many others. If it’s not Export Office then it’s close! Michal Hajduk from the Adam Mickiewicz Institute will explain. http://dontpanic.culture.pl/en
 
11:00 Coffee Break / Free Networking
 
11:30 Session 6 | Publishing and Audio-visual Synchronizations
Regarded as a dark business with a horrendous reputation, publishing, or copyright management, does not always have to be what the tales tell us. Currently, audio-visual synchronizations done by good proactive publishers constitute a very interesting slice of the profits for those behind the recordings (the “Masters”) as well as for those behind the copyrights (the “Publishing”). The “Master-Synch” licenses signed in the audio-synchronization business have sustained the careers of many artists. Although little is known about them in Portugal, there is a professional class of specialized people dedicated to the search for and licensing of works for film soundtracks, advertisements, television programs, video games and other uses. Come meet the Music Supervisors!
 
13:00 Lunch 
 
15:00 Session 7 | AMAEI Info Session
In the majority of countries with a well-developed recording industry, there is usually a Recording Association of “Major Multi-national Labels,” an Independent Recording Association, and generally some small and medium-sized domestic indie labels. It was only in 2012 that the Associação de Músicos Artistas e Editoras Independentes (AMAEI) was founded in Portugal, which represents independent record labels as well as self-publishing/releasing artists. It upholds its members’ interests as independent record producers, handling the improvements in the relations between the independent sector and SPA and Audiogest, for example, and also incorporates such international associations as WIN – the World Independent Network and IMPALA - European Independent Music Companies Association. www.amaei.org
 
16:30 Closing Session | How do I earn a living as an independent artist?
Quick answer: Never leave your Money on the table!
Detailed answer: The closing debate for the Westway LAB PRO 2015 takes up the complex challenge of identifying with the various realities of an independent artist who must juggle with all the payments which make up his income. These sums, whether they be a pittance of some micro-payment or instead some substantial amount, if not claimed properly and on time, may expire and revert (marked as payee non-identified) with this money going back into the till to be redistributed to other artists or entities. Additionally, in terms of the areas available to independent artists, there is a wide range of income sources which artists and their managers/representatives can and should explore. The future is in the hands of those who can work as independents!
fechar todos
COMPRAR BILHETES
5,00 EUR
Os Sensible Soccers visitam Guimarães e prometem um concerto que é uma viagem para outros mundos. Para ouvir e deixar-se levar.
Desde o lançamento do primeiro trabalho, a banda foi escalando o caminho até à consagração, colhendo um público fiel e aplausos da crítica. Já passaram por importantes palcos nacionais como o Primavera Club, Festival Paredes de Coura, Casa da Música, Serralves em Festa ou a primeira edição portuguesa do Boiler Room. É com entusiasmo que os recebemos agora no âmbito do fervilhante Westway LAB Festival. A sonoridade dos Sensible Soccers não é fácil de compartimentar, uma vez que abordam estéticas muito variadas. Com o psicadelismo como denominador comum, não escondem o gosto pelas melodias pop, embora se afastem do formato tradicional de canção, optando por estruturas e arranjos em progressão.
 
Passe geral para os concertos do dia 18 (Sensible Soccers, Noiserv, Blaudzun, Mr. Herbert Quain) 
12,00 EUR | ESGOTADO
Sensible Soccers come to Guimarães and promise a concert that is a journey to other worlds. Come to listen, and then be carried away.
Since the release of their first work, this band has been continually on the rise, garnering a faithful following in addition to critical acclaim. Having already performed on some of the most important concert stages in the country, such as the Primavera Club, the Paredes de Coura Festival, the Casa da Música, Serralves em Festa, and the Portuguese first edition of the Boiler Room, we are excited to host the group at our bubbling Westway Lab Festival. Sensible Soccers’ sound is hard to compartmentalize as it has its take on a wide variety of aesthetics. With a psychedelic twist as the common denominator, they don’t hide their love of pop melodies although they do shy away from the traditional song format and opt for structures and arrangements in progression.
informação adicional  |  imagens  |  video fechar todos
Filipe Azevedo guitarra, baixo
Hugo Alfredo Gomes teclas, baixo, vozes
Manuel Justo teclas, vozes
Emanuel Botelho baixo, guitarra
Maiores de 12
COMPRAR BILHETES
10,00 EUR
O Westway LAB Festival convoca para o palco do Grande Auditório do CCVF dois grandes concertos. Noiserv e Blaudzun garantem boa música e uma grande noite.
Noiserv abre uma noite em cheio no CCVF. O músico, a quem já chamaram "o homem-orquestra" ou "one-man-band", tem vindo a afirmar-se como um dos mais criativos e estimulantes artistas musicais nacionais. Já atuou em mais de 4 centenas de concertos em Portugal e no resto do mundo e conta ainda com uma série de colaborações em teatro e cinema. No seu último disco, Noiserv deixa o preto e branco para nos apresentar o seu mundo a cores.

Blaudzun é o nome artístico do holandês Johannes Sigmond, que muito nos surpreendeu com o lançamento do seu último álbum “Promises of no man´s land”. Trabalhou em segredo para chegar a este projeto que descreve como mais ousado, “mais irritado do que frágil”, pois as músicas assim o pediram. Aclamado internacionalmente, Blaudzun vem a Guimarães e promete arrebatar-nos. Influenciado pelo indie rock, o músico apresenta-se em quarteto semiacústico para um concerto de beleza intimista.
 
Passe geral para os concertos do dia 18 (Sensible Soccers, Noiserv, Blaudzun, Mr. Herbert Quain) 
12,00 EUR | ESGOTADO
The Westway LAB Festival brings two great concerts to Vila Flor’s Grand Auditorium stage. Noiserv and Blaudzun guarantee both excellent music and a grand evening.
Noiserv will start the evening at the CCVF with a bang. The musician who has already been called “the orchestra man” or “the one-man-band” has been making a name for himself as one of the most creative exciting musical artists in Portugal. He has performed in more than 400 concert settings in Portugal and around the world and has also collaborated in a series of projects for the theatre and cinema. On his last album, Noiserv leaves behind the black and white to present us with his world of colors.
 
Blaudzun is the stage name of the Dutch artist Johannes Sigmond, who very much surprised us with the release of his most recent album, “Promises of no man´s land.” He worked in secret to put the album together, which he describes as more daring, “more irritated than fragile,” since this indeed was what the songs required. Internationally acclaimed, Blaudzun will perform in Guimarães and he promises to blow us all away. Influenced by indie rock, the musician will perform in a semi-acoustic group of four, offering us a concert of intimate beauty.
 
informação adicional  |  imagens  |  video fechar todos
Noiserv
David Santos voz, guitarra
 
Blaudzun
Blaudzun voz, guitarra acústica
Jakob Sigmond  guitarra acústica, voz
Tom Swart acordeão, piano
Franc Timmerman percussão e metalofone
Maiores de 12
Entrada Livre
Pelo segundo ano consecutivo, o Núcleo de Estudos 25 de Abril, em parceria com o Serviço Educativo d’A Oficina e o Teatro de Ferro, organiza uma sessão de leitura onde participam alunos de diferentes escolas do concelho.
Este ano, jovens entre os 11 e os 19 anos dão voz a textos de Walt Whitman, Manuel António Pina, Ary dos Santos, Sophia de Mello Breyner Andresen, entre outros, numa sessão de leitura comemorativa da Liberdade.
 
Local Black Box da Plataforma das Artes e da Criatividade
Horário 16h00
Duração c. 45 min.
Maiores de 6
Entrada gratuita até ao limite da lotação da sala
For the second consecutive year, the study center Núcleo de Estudos 25 de Abril, in partnership with Oficina´s Educational Service and the Teatro de Ferro, will organize a reading session in which a variety of students from across the county will participate.
This year, pre-teens, teens and young adults from the ages of 11 to 19 will lend their voices to the texts written by Walt Whitman, Manuel António Pina, Ary dos Santos, and Sophia de Mello Breyner Andresen, among others, in a reading session that commemorates the theme of Freedom.
fechar todos
Entrada Livre
No dia 25 de abril, o Centro Internacional das Artes José de Guimarães inaugura um novo ciclo expositivo.
“Vasco Araújo / Demasiado pouco, demasiado tarde” e “José de Guimarães / Pintura: suites monumentais e algumas variações” são as duas novas exposições que marcam o 2º ciclo expositivo de 2015 do Centro Internacional das Artes José de Guimarães (CIAJG). A inauguração está marcada para as 18h00 do dia 25 de abril. Às 16h00, a anteceder a inauguração das exposições, promovemos uma conversa no âmbito da exposição individual de Vasco Araújo que contará com a presença de Isabel Carlos (Diretora do Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa), Inês Valle (curadora da Bienal de Lagos, Nigéria), Vasco Araújo (artista), José de Guimarães (artista e colecionador) e Nuno Faria (curador da exposição e Diretor Artístico do CIAJG). Contamos com a sua presença.
On the 25th of April, the José de Guimarães International Arts Center (CIAJG) will inaugurate a new exhibition cycle.
“Vasco Araújo / Too little too late” and “José de Guimarães / Painting: monumental suites and some variations” are the two new exhibitions which will mark the second cycle of events for 2015 at the José de Guimarães International Center for the Arts (CIAJG). The opening is slated for 6pm on April 26. As a preview to the opening at 4pm, we will be holding a talk on Vasco Araújo´s solo show, with Isabel Carlos (Director of the Center for Modern Art at the Calouste Gulbenkian Foundation, Lisbon), Inês Valle (curator of the Biennale of Lagos, Nigeria), Vasco Araújo (artist), José de Guimarães (artist and collector) and Nuno Faria (exhibit curator and Artistic Director at CIAJG) attending. We hope to see you there.
informação adicional fechar todos

Todas as idades

4,00 EUR / 3,00 EUR c/d
Preços com desconto (c/d)
Cartão Jovem Municipal, Cartão Jovem, Menores de 30 anos e Estudantes
Cartão Municipal de Idoso, Reformados e Maiores de 65 anos
Cartão Municipal das Pessoas com Deficiência; Deficientes e Acompanhante

Cartão Quadrilátero Cultural_desconto 50%
O trabalho de Vasco Araújo tem incidido de forma sistemática sobre a história do colonialismo europeu e os seus efeitos tragicamente duradouros do ponto de vista das dinâmicas relacionais de poder e submissão entre homens de diferentes lugares e diferentes culturas.
O artista traz para o seu terreno de investigação ferramentas e dados usados e recolhidos por outras disciplinas, tais como a História, a Antropologia, a Sociologia, para construir narrativas que se materializam em filme, escultura, pinturas e peças sonoras. Com a exposição individual de Vasco Araújo, “Demasiado pouco, demasiado tarde”, o CIAJG continua e aprofunda a sua vocação de perscrutar e revisitar de um ponto de vista simultaneamente poético e crítico, empático e distanciado, as tensões, os desejos, os afetos ou as angústias que os objetos corporizam e transportam e aquilo que revelam dos homens e da história que construímos. 
 
Horário da Exposição
terça a domingo
10h00-19h00
Vasco Araújo´s work has focused in a systematic way on the history of European colonialism and its tragically long-lasting effects from the point of view of the relationship dynamics of power and submission between people of different places and different cultures.
In exploring the chosen theme, the artist has used tools and data taken from other disciplines such as history, anthropology, and sociology for his own area of research as a way to construct narratives that materialize in film, sculpture, paintings, and sound pieces. With Vasco Araújo´s solo exhibition, “Too little too late”, the CIAJG maintains and deepens its commitment to examine and revisit – from a point of view that is at the same time both poetic and critical, and empathic yet distanced – the tensions, desires, affections, or the anguish that the objects embody and convey, and that which they reveal about the people and the history that we have built.
informação adicional  |  imagens fechar todos

Todas as idades

4,00 EUR / 3,00 EUR c/d
Preços com desconto (c/d)
Cartão Jovem Municipal, Cartão Jovem, Menores de 30 anos e Estudantes
Cartão Municipal de Idoso, Reformados e Maiores de 65 anos
Cartão Municipal das Pessoas com Deficiência; Deficientes e Acompanhante

Cartão Quadrilátero Cultural_desconto 50%
A pintura é a disciplina central da obra vasta e multiforme de José de Guimarães.
É um território amplo e diverso onde surgem, ressurgem e se combinam os signos, a um tempo estranhos e familiares, que o artista criou e desenvolveu a partir dos seus alfabetos ideográficos. A exposição, que cobre um extenso período de tempo, integra pinturas de grande formato de algumas das séries mais emblemáticas do artista da coleção do CIAJG que serão apresentadas em diálogo com as singulares esculturas em papel policromado e com objetos de madeira pintados que o artista realizou no princípio da década de 1970, e constituirá uma rara ocasião para reconsiderar a importância e a singularidade desta produção.
 
Horário da Exposição
Terça a domingo
10h00-19h00
Painting is the primary medium in the vast and multi-form work of José de Guimarães.

Painting is a broad and diverse territory on which signs emerge, re-emerge and meld, at times strange or familiar, those which the artist has created and developed from his ideographic alphabets. The exhibition, which covers an extensive period of time, comprises large-scale paintings from some of the artist´s most emblematic series held at the CIAJG, which will be presented in a dialogue alongside sculptures in polychromatic paper and painted wooden objects that the artist created in the 1970s. The exhibition offers a rare opportunity to reexamine the importance and singularity of these works.

 
informação adicional  |  imagens fechar todos

Todas as idades

4,00 EUR / 3,00 EUR c/d
Preços com desconto (c/d)
Cartão Jovem Municipal, Cartão Jovem, Menores de 30 anos e Estudantes
Cartão Municipal de Idoso, Reformados e Maiores de 65 anos
Cartão Municipal das Pessoas com Deficiência; Deficientes e Acompanhante

Cartão Quadrilátero Cultural_desconto 50%
O CIAJG reúne peças oriundas de diferentes épocas, lugares e contextos em articulação com obras de artistas contemporâneos, propondo uma (re)montagem da história da arte, enquanto sucessão de ecos, e um novo desígnio para o museu, enquanto lugar para o espanto e a reflexão.
Para além das exposições de Vasco Araújo e José de Guimarães que marcam o 2º ciclo expositivo de 2015 do Centro Internacional das Artes José de Guimarães, relembramos que poderá também visitar as exposições “A Composição do Ar: coleção permanente e outras obras” e “Rituais com Máscaras: um face-a-face”, uma mostra de máscaras da coleção de arte africana de José de Guimarães e dos ciclos de inverno de Trás-os-Montes, realizada em parceria com o Museu de Abade de Baçal, em Bragança.
 
Horário da Exposição
Terça a domingo
10h00-19h00
The CIAJG has brought together works from different times, places and contexts in articulation with works by contemporary artists, proposing a (re)assembly of art history, as a succession of echoes, and a new purpose for the museum – as a place for wonder and reflection.
In addition to the exhibitions of Vasco Araújo and José de Guimarães, that marks the 2nd exhibition cycle of 2015 at the José de Guimarães International Arts Centre, we would like to remember that can also be visited the exhibitions “Composition of the Air” and “Rituals with Masks: a face to Face” that presents José de Guimarães African art collection and pieces used in winter cycle in Trás-os-Montes, in a partenership with the Abade de Baçal Museum, in Braganza.
fechar todos
2009 © Design Martino&JañaDesign | Programação Webprodz | Optimizado para resoluções superiores a 1280x800